O mundo digital

Olá pessoas! Bom dia!

Muito tem se falado nos últimos tempos, sobre a transformação digital, o “digital” e afins. Essa são as buzzwords da moda, como também são disruptura e seus derivados. É interessante ver que esse “novo”, tem incomodado as pessoas (e falo pessoas porque empresas também são, no final, pessoas), de forma a provocar algumas leves revoluções por aí.

Mas primeiro, o que de fato significa o DIGITAL? Segundo a Gartner:

Digital transformation se tornou um fator chave no futuro crescimento e sucesso dos negócios. A revolução digital é sobre comportamento de clientes e oportunidade de negócios, e não sobre tecnologia

 

Faz algum sentido, é verdade, embora não cubra o todo, na minha modesta opinião.

ideas-iconÉ interessante que, quando você começa a ler sobre o assunto, seja na Garnter, na McKinsey ou no Terra (?), a palavra é repetida inúmeras vezes, quase como em um mantra, embora – novamente – o conceito ainda seja ambíguo pra muita gente. Eu mesmo, ainda tenho dificuldade em definir os diversos aspectos que rodeiam o assunto.

Outro fator interessante, é o nascimento de um novo tipo de executivo, o impressionante CDO – ou Chief Digital Officer – que é talvez a versão futura do CIO, misturada com o CMO (o M é de Marketing).

Ele, em princípio, é a resposta que as empresas tem dado para o fator digital, como forma de institucionalizar sua existência, e promover essa jornada através deste mundo novo.

Mas…

Mas acontece, que existe um fenômeno acontecendo nas empresas. Desde 2014, o número de Millennials (ou geração Y, se preferir) já se tornaram maioria nas empresas, o que significa uma uma mudança na forma como essa disrupção (olha a palavra da moda aí) acontece.
Com esse povo a pegada é outra, o que vem fazendo com que essa revolução / evolução aconteça de baixo pra cima (ou bottom up, como prefere o mundo corporativo). Esse nascimento diferenciado, faz com que a mudança seja mais legitimada, tornando as empresas algo como followers dessa mudança, ao contrário do que via de regra acontecia no passado, onde os missão, visão e valores eram simplesmente definidos no Olimpo, longe da visão dos camponeses.

Hoje, as empresas atentas reagem ao mundo porque reconhecem a força da cultura que brota em todo lugar, e que se reflete e reverbera dentro dos seus escritórios. Elas reconhecem o trabalho cross, que acontece com grupos de pessoas diferentes, e que apoiados por essas diferenças, conseguem construir algo diferente.

Mas (2)… e o que isso tem a ver com digital?

Aí vem a parte interessante da história.

Esse pessoal já nasceu digital, e trata com naturalidade os recursos que isso proporciona. E empoderar este pessoal, proporcionando um ambiente capaz de fazer florescer suas ideias e forma de pensar, naturalmente vão trazer esta cultura pra dentro da empresa, ao mesmo tempo em que vai promover a colaboração e a inovação, consequentemente.

Essa coisa de digital, no final não é sobre tecnologia, mas sim, sobre pessoas.

=)

0 comments on “O mundo digitalAdd yours →

Deixe uma resposta